Ministério destaca importância de segurança no ambiente de trabalho

Notícias 2018 Adicionar Comentário

A superintendente regional do Trabalho na Bahia, Gerta Schultz, destacou a necessidade de cultuar a prevenção a acidentes nos ambientes de trabalho, alertando que os números de ocorrências no estado são “alarmantes”. Ela participou, nessa quarta-feira (17), da abertura do Seminário Trabalho Seguro, realizado no auditório da sede da Escola Judicial (Ejud5) do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), em Salvador.

Durante o evento, Schultz informou que, considerando os últimos cinco anos, os dados da Previdência Social indicam uma média anual de 23 mil acidentes ou doenças do trabalho na Bahia. Desses casos, 116 resultaram em mortes e 1,1 mil causaram sequelas permanentes nos trabalhadores.

Ela acrescentou que, diante desse quadro, é preciso unir esforços para garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores e falou sobre as ações dos auditores do Trabalho na fiscalização voltada para a saúde e segurança do trabalhador. “Esse cenário não se resume aos números, mas a vida humanas. Não há justificativa para manter ambientes de trabalho que não sejam seguros para os trabalhadores. A segurança é um direito fundamental que não tem preço”, ressaltou a Schultz.

Violência – O Seminário Trabalho Seguro é parte do programa que o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST) promovem há seis anos. Com o tema “Violência no Trabalho”, foco do programa para o biênio 2018-2020, a programação do seminário contou com palestras sobre aspectos relacionados à perícia judicial e ao assédio moral, considerado uma das formas que violentam o trabalhador. Também foram realizados debates com a participação do público, formado por advogados, juízes, desembargadores, jurisdicionados, médicos e servidores do TRT.

Além da superintendente regional do Trabalho, participaram da mesa de abertura do evento a presidente do TRT, desembargadora Lourdes Linhares; a diretora da Ejud5, desembargadora Margareth Costa; o juiz coordenador acadêmico da Ejud5, Danilo Gaspar; e o procurador chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, Luís Carneiro. O chefe da Inspeção do Trabalho da SRT/BA, José Honorino de Macedo, também participou.

 

Fonte: Ministério do Trabalho

 

Deixe seu comentário



Powered by EN™ - Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Siga-nos no Facebook Acessar