Adequação do setor de usinagem à NR 12 e NBR 23125 contempla inventário e cronograma

Notícias 2018 Adicionar Comentário

No Brasil ocorreram mais de 600 mil acidentes de trabalho em 2015 implicando em um custo de mais de R$ 10 bilhões aos cofres da Previdência Social naquele ano, causando um rombo decorrente de pagamento de benefícios, tratamentos e indenizações. O Rio Grande do Sul ocupava no período a terceira colocação em acidentes de trabalho, estando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, com o registro de mais de 52 mil acidentes de trabalho e 146 mortes decorrentes destes acidentes. Os dados apresentados trazem a necessidade de se investir em Segurança do Trabalho e, principalmente, em máquinas e equipamentos que estejam de acordo com as normativas de segurança.

Em seu livro Passo a Passo para implantação da NR 12, o engenheiro de segurança Jaques Sherique observa que considerando-se a totalidade destes acidentes, 60% estão relacionados a riscos mecânicos, 30% a riscos ergonômicos e 10% a riscos ambientais (físicos, químicos e biológicos). Também refere que ao se analisar as estatísticas dos riscos mecânicos, 40% dos acidentes gerados por estes riscos provocam lesões nas mãos e dedos, representando uma média de 170 mil acidentes anuais somente desta parte do corpo.

 

Fonte: Revista Proteção

Deixe seu comentário



Powered by EN™ - Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Siga-nos no Facebook Acessar